Habitações com alma

hundertwasser-house-austria

Semana passada, ao jantar com uma amiga em uma casa bastante aconchegante, começamos a conversar sobre “habitações com alma”, ambientes que realmente possuem calor, conforto, personalidade e identidade. No dia seguinte, fiquei  pensando o que levaria uma residência ter “alma” e outra não? Quantas casas vemos por aí em capas de revistas ou ao vivo, que são realmente muito bonitas, porém frias, sem qualquer identificação com o morador? Me veio então à cabeça a produção artística e arquitetônica de Friedensreich Hundertwasser, que tinha como conceito a criação de espaços bastante “humanos”, com identidade. Achei interessante abordar alguns de seus ideais para tentar compreender sob quais aspectos suas habitações possuem “vida”.

hundertwasser_taschen

Hundertwasser (1928-2000), também conhecido como médico da arquitetura, é um dos mais famosos artistas austríacos. Grande defensor da  arte e de valores humanistas de reabilitação da relação homem-natureza como instrumento de transformação da sociedade, influenciou o mundo com sua pintura e arquitetura. Para Hundertwasser nada poderia ser criado fora da natureza, sem ela a verdadeira harmonia e felicidade não poderiam de fato existir. Sua pintura e arquitetura estavam ligadas às curvas e cores da natureza. Suas habitações, cercadas de vegetações nas fachadas e telhados, tornam-se parte integrante da paisagem. Valorizava o convívio da comunidade através de espaços com identidade, na relação essencial da natureza de forma a desenvolver seu instinto criativo. Friedensreich era chamado para intervir em habitações e hospitais, de maneira a deixá-los mais acolhedores. Sua arquitetura era de certa forma lúdica e ia contra a sobriedade da produção em massa.

Hotel_Therme_Rogner_Bad_Blumau_Kunsthaus

Escreveu vários manifestos onde reforçava sua ideologia homem-natureza, entre eles a Teoria das Cinco Peles, a grande estruturação de seus ideais. Para ele, o homem vivia cercado por 5 peles: a primeira, a epiderme do homem, onde estaria sua verdadeira essência; a segunda, a vestimenta como passaporte social e como primeiro nível de distinção de homem do mundo; a terceira, a habitação; a quarta o meio social, comunidade e sua relação com a natureza do entorno e por fim a quinta pele, o meio global, ecologia e toda a humanidade. Dentro desta teoria o homem, sua essência e a natureza se tornam um só. Sua casa e vestimenta comunicam a sua relação com o mundo.

5_skins_of_man

Afinal, como ideais de Hundertwasser estão relacionados com o tema “habitações com alma”?

A relação entre a arquitetura de Hundertwasser e a natureza é indiscutível, a integração de elementos naturais à habitação remetem à volta do homem às suas raízes e o levam a sentir-se em casa. Outro fator é que a ideia da concretização de um conceito ou convicção  em forma de arquitetura leva a originalidade do espaço, e este deve ter como foco o usuário. Além disso, acredito que, quanto mais o habitante conhecer a si mesmo, mais será capaz de transmitir seus ideais e modo de vida ao ambiente. É importante que o usuário reflita sobre seus reais valores e não apenas siga certos modismos porque representem status. Remetendo à quinta pele de Hundertwasser, a habitação deve fazer parte do indivíduo como parte integrante do seu ser. Uma casa com alma deve ter a cara do seu dono e devem reafirmar seus hábitos e reais convicções, revelando a sua verdadeira humanidade.

Hundertwasser-self-made-shoes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>