Piso sobre Piso

Na hora de reformar um ambiente, uma das trocas que mais faz efeito para a renovação é a substituição do piso existente por outro mais novo e atual. Frequentemente recebemos clientes com o desejo de instalar um novo tipo de revestimento no piso sem precisar retirar o anterior, e aí surgem várias dúvidas, por exemplo, existe vantagem nisso? Qual tipo de piso pode ser instalado sobre outro? Quais os cuidados a serem tomados?

Primeiramente a grande vantagem da instalação de um piso sem precisar retirar o anterior é a limpeza da obra e a possibilidade de não gerar entulho, além de pular a parte da “quebradeira”, que incomoda a todos, especialmente aos vizinhos e a diminuição do tempo de obra. Mas é importante lembrar que essa prática não pode ser realizada para qualquer caso. É fundamental que o piso antigo esteja assentado com regularidade e que não apresente peças faltando, soltas ou quebradas, caso contrário o resultado final não ficará como esperado.

A primeira coisa a se fazer é verificar se a superfície não apresenta desvios, se está plana e no prumo. Para verificar se há peças descoladas basta dar batidas de leve com uma peça de madeira por exemplo, e verificar se o som emitido é oco, e nesse caso, as peças soltas devem ser marcadas, retiradas e seu espaço deve ser regularizado com argamassa. Por último é importante que a superfície esteja limpa e livre de impurezas que possam atrapalhar a instalação.

i183328 i183329 i183331

É importante lembrar que o nível do novo piso estará acima do anterior e isso deve ser levado em consideração para o posicionamento de ralos, portas e soleiras, que deverão ser cortadas ou substituídas . É necessário lembrar também que o piso das áreas molhadas deve estar abaixo do nível dos outros ambientes para que a água acumulada fique retida e seja escoada para o ralo mais próximo sem problemas.

Agora vamos aos tipos de piso que podem ser instalados sobre outros já existentes. Os mais conhecidos são os pisos flutuantes e vinílicos. Também podem ser instalados carpete e alguns tipos de porcelanato. Para ambientes comerciais se utiliza muito o piso elevado, que possui várias vantagens em relação à sua flexibilidade e mobilidade para esse tipo de uso.

A escolha do tipo de piso a ser utilizado deve ser feita conforme a necessidade do cliente e do ambiente onde será instalado. Os pisos Laminados ou “Flutuantes” são os utilizados com mais frequência para essa situação. Esse tipo de revestimento é denominado “flutuante” porque as peças são apoiadas na superfície, que recebe uma manta antes de ser revestida, sem necessidade de argamassas ou cola. Os pisos desse tipo são práticos e fáceis de manusear, funcionando também como um bom isolante acústico. Reproduzem o aspecto de madeira estando disponíveis no mercado em várias marcas e cores, porém é importante lembrar que são indicados para ambientes internos sem acúmulo de água e com pouca incidência direta do sol , o que pode deformar as peças.

  piso laminado instalação  piso laminado Durafloor 2

Os pisos vinílicos também podem ser instalados acima de superfícies que já tenham outro revestimento, porém a superfície deve estar bem regularizada e limpa, o que terá impacto direto no aspecto final após instalação do produto. São pisos antialérgicos e de alta resistência a trafego e manchas, apresentando grande durabilidade. Não são muito resistentes à água portanto não recomendados para áreas molhadas e ambientes externos.

piso vinílico  piso vinílico 2

Os carpetes em placa também são uma opção. Estão disponíveis no mercado em vários materiais e suas emendas não são visíveis. É um piso seguro por ser antiderrapante e um excelente isolante acústico porém mancha com facilidade no contato com comidas e gordura. Recomendado para ambientes internos e que não recebam água. Podem ser instalados sobre uma superfície que já tenha revestimento, desde que não seja outro tipo de carpete.

carpete-nylon31  12589-carpete-colorstone-comercial-beaulieu-g

Alguns tipos de porcelanato também podem ser instalados sobre um piso já existente. A superfície precisará ser lixada para melhor aderência entre as peças e a argamassa a ser utilizada deve ser especial para esse tipo de instalação. Não é indicado realizar a instalação de porcelanato sobre pisos naturais como os de madeira porque sofrem dilatação e podem se movimentar danificando o piso acima. Após a instalação é preciso aguardar o tempo da cura da argamassa e rejunte para que as peças estejam perfeitamente fixadas. São indicados para área interna e externa, resistentes a água e disponíveis no mercado em diversas marcas, cores e aspectos. Existem atualmente os porcelanatos extrafinos, com espessura de 5mm, que são interessantes para a instalação sobre outro piso por serem bem mais finos que os demais influenciando menos no nível final do piso após instalação, porém ainda possuem custo mais elevado no mercado.

porcelanato  TECNOGRÉS Porcelanato de Sobreposição Slim Extra Fino

Para ambientes comerciais, uma solução bastante utilizada é a instalação de piso elevado. O piso elevado é montado acima de uma base e eleva o nível da superfície em alguns centímetros possibilitando a passagem de instalações de maneira bastante flexível. Há também a facilidade de modificação de layouts e praticidade na manutenção.

piso elevado  BPES_IG_corte-corporativo_low02

Como podemos ver, existe sim solução para a sua substituição de piso sem precisar retirar o anterior. Há vários produtos adaptados para esse uso no mercado. O importante mesmo é contratar um profissional habilitado para acompanhar a reforma e garantir que os serviços sejam executados da maneira correta. O resto depende do local de instalação do orçamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>