Os Eams e as cadeiras

140534298_f50572e68a_o

Avançando um pouco mais no universo das cadeiras, é impossível não dedicar um post inteiro a Charles e Ray Eams, o casal norte americano que seguramente está entre os principais designers do século XX com inúmeras criações importantíssimas.

Charles Eams nasceu em 1907 no Estado do Missouri. Desde cedo se interessou pela área de arquitetura e engenharia, abrindo seu próprio escritório em 1930. Ampliou suas atividades profissionais pelo campo do design, tornando-se membro da Academia Cranbrook de Artes, em Michigan, onde mais tarde trabalhou como diretor do departamento de Design.

Berenice Alexandra Kaiser, apelidada de Ray por sua família, nasceu no ano de 1912 em Sacramento na Califórnia e estudou pintura em Nova York, até ingressar na Academia Cranbrook de Artes, onde conheceu Charles. Casaram-se em 1941 e mudaram-se para a California iniciando seus trabalhos de design.

tumblr_lji8h2dDrk1qzooxpo1_1280

Ray e Charles Eams realizaram um trabalho genial produzindo peças de design premiadas, de desenho arrojado e atemporal. Os Eams são os criadores de uma extensa produção de peças de mobiliário utilizando madeira laminada, fibra de vidro, plástico, malha metálica e aço, cuja principal estratégia de trabalho era, nas palavras do próprio Charles “levar a maior quantidade do que há de melhor ao maior número de pessoas pelo melhor preço”.

Entre os modelos mais conhecidos de cadeiras desenvolvidos pelos Eams estão a “Organic Armchair”, os modelos “LCW” e “DCW”, “La Chaise”, a Cadeira “DAX”, Cadeira “DKR”, e a famosa “Lounge Chair”.

A ”Organic Armchair” foi desenvolvida juntamente com o arquiteto Aero Saarinen no ano de 1940 para um concurso de design lançado pelo Museu de Arte Moderna de Nova Iorque utilizando como principal matéria prima a madeira laminada. O objetivo da competição era o desenvolvimento de mobiliário que pudesse ser produzido em larga escala e que fosse contemplado com o conceito de mobiliário orgânico, ou seja, aquele que apresenta unidade harmonia entres os elementos construtivos como estrutura, materiais e objetivo. Charles Eams e Saarinen ganharam os dois primeiros prêmios dessa competição com suas cadeiras em moldadas em madeira laminada.

csm_OrganicArmchairII_EamesSaarinen_01_8abf182ab5 organic-compas-esu-vitra

Prosseguindo com os estudos sobre a madeira laminada, Ray e Charles Eams desenvolveram vários protótipos de macas, talas e partes de avião para o Exército Americano durante a segunda guerra Mundial. Com o objetivo de continuar com a produção de mobiliários de design bonitos e acessíveis foram desenvolvidas a Cadeira “LCW” (Lounge Chair Wood) e a “DCW” (Dining Chair Wood), que eram moldadas ao corpo humano e atingiram grande popularidade.

csm_LCW_Eames_01_b78d6ce2e8 cadeiras-charles-eames-2

Para a Competição de “mobiliário de baixo custo”, também organizada pelo MoMa NY, os Eams desenvolveram cadeiras utilizando metal estampado confeccionadas com tecnologia industrial buscando o barateamento das peças. A Equipe encabeçada pelos Eams foi premiada, apresentando dois protótipos de cadeiras com propostas “minimalistas”, reduzidas ao mínimo denominador de materiais indispensáveis para produzir conforto. Um dos modelos  era a versão provisória de uma cadeira experimental denominada “La Chaise”, que tornou-se bastante conhecida e é utilizada até hoje.

csm_LaChaise_Eames_01_648d629f44

A execução dos protótipos metálicos apresentados pela equipe de Eams para a competição resultou bastante difícil, então foram obrigados a considerar outros materiais para a execução do assento das cadeiras iniciando a produção dos modelos em plástico e fibra de vidro. Dessa ideia surgiu a cadeira DAX em 1948.

DAX_Eames_01 cadeira-charles-eames-wood-daw-com-bracos-amarelo-7518-MLB5234478421_102013-F

Em 1951 os Eams iniciaram o desenvolvimento de protótipos de cadeiras utilizando malha metálica. A escolha pelo aço foi sem dúvida influenciada pelos mobiliários desenvolvidos por Harry Bertoia, que também elaborava peças com esse material.  Para as cadeiras “DKR” Foi aproveitada a mesma forma das cadeiras de plástico, porém moldadas em trama metálica. As cadeiras metálicas, possuíam várias possibilidades de estrutura para os pés, porém as mais apreciadas eram as bases metálicas “Eiffel Tower”.

DKR_Eames_01 (1) eames-chair-wire-front

Em 1956 os Eams desenvolveram sua famosa “Lounge Chair” baseada no modelo apresentado juntamente com Saarinen para a competição de 1940. Além do assento principal em madeira laminada, foram desenvolvidos um encosto para   a cabeça e outro para os pés, unidos por uma borracha flexível e estofados em couro. Apesar de ser facilmente desmontável, a “Lounge Chair” é uma cadeira de montagem mais complexa que os modelos anteriores. É também a peça mais cara e confortável já produzida pelos Eams, que se tornou ícone do design mundial.

csm_LoungeChair_Eames_02_cfd59fd452 Eames lounge chair & ottoman LUV DECOR (34)

Charles faleceu de infarto em 21 de agosto de 1978. Ray Eams não resistiu a um câncer e faleceu em 21 de agosto de 1988, exatamente dez anos após a morte do marido. Não tiveram filhos, porém seguramente deixaram sua marca no mundo. É importante esclarecer que a produção do casal não se restringe apenas ao design, mas foram autores de trabalhos no campo da arquitetura, cinema, fotografia e ilustrações. Duas mentes privilegiadas, que juntas, foram capazes de desenvolver o que há de melhor em termos de design, arquitetura e arte sempre priorizando o conforto, a facilidade de execução e o baixo custo, aliados a um desenho simples e bonito. Objetivos nobres e difíceis de alcançar, que devem estar sempre permeando nossas criações no campo do Design e Arquitetura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>